A Escola e as Novas Tecnologias.

Publicado por Conteudoescola - autor Francisco Valente em 22/07/2004 às 11h18

Podemos definir a Educação como um processo, contínuo e permanente, informal e formal, através do qual a pessoa humana incorpora as regras, normas e valores culturais de uma determinada sociedade, de modo a integrar-se nela o mais intensamente possível.


Este conceito se aproxima do conceito sociológico de processo de socialização, pois, grosso modo, se confunde com ele - que também é contínuo e permanente - e é em função do qual as pessoas vivem harmoniosamente (ou conflitivamente) em sociedade.

No seu aspecto informal, a educação é passada para os novos indivíduos por meio da família, Igreja, clubes, associações, da própria "rua" e quaisquer outros grupos sociais, restritos ou não, e que ofereçam condições de socialização das pessoas.

Em seu aspecto formal, tratamos da educação escolar, modalidade que se desenvolveu grandemente à sombra da Revolução Industrial e ampliada para toda a população (falamos do mundo ocidental) na grande maioria dos países.

De fato, saber ler, escrever e contar faz parte do mínimo exigido para que a pessoa possa ser considerada cidadã. E o saber ler, escrever e contar constituem ferramentas da maior importância para a intensificação do processo de inserção social.

Com a Revolução Industrial (final do século 18, século 19 e início do século 20) e sua expressão atualizada, a Revolução Tecnológica, a Escola assumiu papel relevante e fundamental na vida em sociedade.

 

É na Escola e por meio da Escola que pessoas se formam e se especializam, de modo sistematizado e acelerado, nas mais variadas áreas do conhecimento, para assumir postos de trabalho na sociedade.

E hoje, em função das exigências da vida moderna, o processo educativo não finda - dadas as novas descobertas técnicas e científicas que ocorrem a cada momento - e ele (o processo educativo) assume, assim, características de contínuo e permanente.

Quanto às novas tecnologias, estas compreendem os avanços técnicos e científicos motivados pelo capitalismo industrial e pelas duas grandes guerras mundiais do século XX.

A grande expressão do conhecimento tecnológico atual é representada por dois elementos igualmente importantes:

- a tecnologia de comunicações - a eletrônica, a comunicação por satélite, a telefonia; e

- o desenvolvimento da informática, o processo de tratamento de dados e informações por computadores (máquinas processadoras de dados, eletrônicas e de incrível rapidez).

A "nova tecnologia" - que alia computadores (informática) e telefonia atua conjuntamente em todos os aspectos da vida moderna, seja na indústria, no comércio ou nos serviços. E com a escola não poderia ser diferente.

A Escola representada por cursos presenciais é, hoje, motivo de reflexões sobre a sua continuidade ou mesmo sobrevivência. Acredita-se que o "espaço educativo" continue a existir, mas não necessariamente num espaço físico delimitado e conhecido hoje como o estabelecimento escolar.

 

As novas tecnologias telemáticas (1) acentuaram a importância da comunicação virtual (2) ganhando parte do espaço anteriormente hegemônico da comunicação presencial, característica do ensino tradicional.

Hoje se fala em cursos pela internet, ou através de CDs, ou via satélite, com conteúdos fixos ou passados "on line", isto é, com a presença, em rede, de um comunicador e seus "alunos". São largamente utilizados em treinamento em serviço, por corporações empresariais e por outros organismos públicos e privados.

Mas não podemos cometer exageros ou radicalismos. Por mais que o computador, isolado ou acoplado à internet, seja um elemento importantíssimo para a pesquisa e o trabalho com informações (e, assim, peça-chave para a pesquisa e o aprendizado) devemos ter consciência de que a aventura do conhecer - o aprender a aprender, o descobrir, o questionar, o refletir - somente tem condições de prosperar na presença de um mediador - o professor - cujo papel será, certamente, reformulado, mas cuja importância, pelo menos em parte da consecução dos currículos, é indiscutível.

O saber e o saber fazer (o domínio do conhecimento e de habilidades, na linguagem de Paulo Freire (3)) têm sua expressão garantida exclusivamente a partir do compromisso e envolvimento dos educadores, presencialmente, como componente do Ensino à Distância (EaD), do "e-learning" e outras modalidades tecnológicas que surgem todos os dias, para alegria dos perseguidores de milagres e soluções mágicas para a educação.

 

Informação - dados, de todos os tipos - e conhecimento podem ser semelhantes, mas guardam uma diferença brutal em termos de qualidade, pois o conhecimento - o domínio de competências, o saber - corresponde à escolha, à seleção da informação significativa, com substância, conteúdo, e representa o resultado do processo de construção do conhecimento.

O mundo, em futuro não distante, será dividido não somente entre ricos e pobres, mas também entre os que detém o conhecimento e os demais, com acesso somente à informação. E a função da Escola será, certamente, valendo-se de práticas inclusivas, ajudar a diminuir essas diferenças.

Procuraremos, numa série de artigos, sendo este o primeiro, abordar questões relativas à Educação e o uso de tecnologias informáticas e telemáticas no mundo e suas condições de viabilidade e aplicabilidade no Brasil, país imenso, complexo, variado e de cuja educação popular depende, sem dúvida, sua sobrevivência como nação e cultura independentes.
.
(1) termo empregado em: Moran, J.M., Masetto, Marcos T., Behrens, M.Aparecida - Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica - Campinas, SP, Ed. Papirus, 2002, 5a. ed.

(2) Pierre Lévy fala em três tipos de comunicação históricas básicas do homem vivendo em sociedade:
- oral
- escrita
- virtual
Lévy, Pierre - As Tecnologias da Inteligência. O futuro do Pensamento na Era da Informática. Rio de Janeiro, Ed. 34, 1993.

(3) Freire, Paulo - Pedagogia da Autonomia. Petrópolis, RJ, Ed. Vozes.
Categoria: Diversos

voltar para Artigos

show fwR center tsY|tsN uppercase fwB fsI center|show fwB uppercase fsI left|bnull|||news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fwR fsN sbss c15sw sbse|b01 c05 bsd|login news sbse c10sw fsN|tsN normalcase fwR fsI c15 b01 bsd|signup c05|content-inner||