EDUCAÇÃO: CARINHO E TRABALHO (WANDERLEY CODO)

PUBLICADO POR CONTEUDOESCOLA - AUTORIA FRANCISCO VALENTE EM 22/07/2004 ÀS 09H47

WANDERLEY CODO (ORG.) - PETRÓPOLIS, RJ: VOZES/BRASÍLIA : CNTE : UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA DO TRABALHO, 1999.
ISBN 85-326-2123-6

"BURN-OUT", A SÍNDROME DA DESISTÊNCIA DO EDUCADOR, QUE PODE LEVAR À FALÊNCIA DA EDUCAÇÃO.

PRIMEIRO ESTUDO INTENSIVO DE SAÚDE MENTAL E TRABALHO DE UMA CATEGORIA PROFISSIONAL NO BRASIL - OS PROFESSORES; TANTO POR ABRANGER O PAÍS EM TODOS OS SEUS ESTADOS QUANTO POR ENFOCAR, DESDE OS DETERMINANTES MACROECONÔMICOS ATÉ OS CONFLITOS MAIS SUBJETIVOS DE CADA SUJEITO.
NÃO É UM LIVRO SOBRE EDUCAÇÃO, MAS SOBRE O TRABALHO DOS EDUCADORES DAS REDES PÚBLICAS DOS ESTADOS - CERCA DE 1.800.000, EM 1999.
NÃO É UMA TENTATIVA DE SUBSTITUIR O ESTADO, A SOCIEDADE OU OS TRABALHADORES ORGANIZADOS NA FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS E PRIORIDADES EDUCACIONAIS: É UM LIVRO QUE ALMEJA SUBSIDIAR O INTENSO E NECESSÁRIO DEBATE SOBRE OS CAMINHOS E IMPASSES NA EDUCAÇÃO COM DADOS SUBSTANTIVOS SOBRE O QUE O EDUCADOR FAZ.
OS PROFESSORES, FUNCIONÁRIOS, ESPECIALISTAS EM EDUCAÇÃO SE REVELAM, AQUI, COM UMA ALMA, UMA PERSONA, NUNCA DANTES IMAGINADA; MITOS E CACOETES SÃO DERRUBADOS SOB O IMPACTO DA INVESTIGAÇÃO, SIMPLESMENTE PORQUE AS PERGUNTAS FORAM FEITAS, AS RESPOSTAS FORAM OUVIDAS, SEM MEDO DO ESPANTO, EM DIÁLOGO FRANCO COM A ABISSAL IGNORÂNCIA BRASILEIRA SOBRE A ATIVIDADE DE EDUCAR. A PESQUISA QUE FUNDAMENTA O LIVRO DESTACA SEREM 48% DOS EDUCADORES, PRATICAMENTE A METADE DELES, SOFRENDO COM ALGUM SINTOMA DO BURN-OUT , UMA SÍNDROME DA DESISTÊNCIA DE QUEM AINDA ESTÁ LÁ, JÁ DESISTIU E AINDA PERMANECE NO TRABALHO.

UM A CADA QUATRO EDUCADORES SOFRE DE EXAUSTÃO EMOCIONAL, MAS 90% DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO ESTÃO MUITO SATISFEITOS, A GRANDE MAIORIA MUITO COMPROMETIDA COM SEU TRABALHO.

COMO ENTENDER UM TRABALHO ASSIM, UM TRABALHO EM QUE COABITAM, AMBIVALENTES, O PRAZER E O SOFRIMENTO, A REALIZAÇÃO E A PERDA DE SI MESMO, O INFERNO E O PARAÍSO?
A PERGUNTA E AS RESPOSTAS VIERAM DE UMA PESQUISA DE DOIS ANOS, COM 52.000 SUJEITOS, 1.440 ESCOLAS NOS 27 ESTADOS DA FEDERAÇÃO E O MAIS EXTENSO DE QUE SE TEM NOTÍCIA NO MUNDO.
É O ÚNICO ESTUDO EXAUSTIVO SOBRE SAÚDE MENTAL E TRABALHO NO PAÍS, FRUTO DE UMA PARCERIA ENTRE O LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA DO TRABALHO DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA E A CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO - CNTE.

COORDENADO PELO PSICÓLOGO WANDERLEY CODO, DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA, O LIVRO APRESENTA TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES, TODOS COMPROMETIDOS COM A PESQUISA REALIZADA E EXPLORANDO OS SEUS MÚLTIPLOS E VARIADOS ASPECTOS.

PARTICIPAM, COMO AUTORES: WANDERLEY CODO, IÔNE VASQUES-MENEZES, ANDRÉA ALESSANDRA GRAZZOTTI, CRISTIANNE OLIVIER-HECKLER, LÚCIA SORATTO, PATRÍCIA DARIO EL-MOOR, CATARINA CECÍLIA ODELIUS, RICARDO MAGALHÃES PINTO, FERNANDO RAMOS, LARISSA MEDEIROS E CLÁUDIA S. VERDAN.

 

OS ARTIGOS, ORGANIZADOS POR ÁREAS, SÃO OS QUE SEGUEM:

EDUCAR: O AFETO INVOCADO

- EDUCAR, EDUCADOR 
- TRABALHO E AFETIVIDADE 
- CRISE DE IDENTIDADE E SOFRIMENTO


OFÍCIO DE EDUCADOR

- OS TRABALHADORES E SEU TRABALHO 
- TRABALHO: ATIVIDADE HUMANA POR EXCELÊNCIA 
- ESCOLA: UMA ORGANIZAÇÃO MULTIPROFISSIONAL 
- IMAGENS E MIRAGENS DA ESCOLA PÚBLICA
- VIOLÊNCIA E AGRESSÃO 
- INFRA-ESTRUTURA DAS ESCOLAS PÚBLICAS 
- A CENTRALIDADE DA GESTÃO

ESPELHO PERVERSO

- SALÁRIO 
- PODER DE COMPRA

BURN-OUT: "SÍNDROME DA DESISTÊNCIA"

- O QUE É BURN-OUT? 
- O CONFLITO ENTRE O TRABALHO E A FAMÍLIA E O SOFRIMENTO PSÍQUICO 
- SUPORTE AFETIVO E SOFRIMENTO PSÍQUICO EM BURN-OUT 
- BURN-OUT E SUPORTE SOCIAL 
- BURN-OUT E RELAÇÕES SOCIAIS NO TRABALHO 
- ATITUDES NO TRABALHO E BURN-OUT 
- BURN-OUT E CARGA MENTAL NO TRABALHO 
- IMPORTÂNCIA SOCIAL DO TRABALHO 
- RELAÇÕES COM O SINDICATO E SAÚDE MENTAL DOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO 
- SEGURANÇA NAS ESCOLAS E BURN-OUT DOS PROFESSORES 
- INFRA-ESTRUTURA DAS ESCOLAS E BURN-OUT DOS PROFESSORES 
- GESTÃO DEMOCRÁTICA NAS ESCOLAS E BURN-OUT NOS PROFESSORES 
- REMUNERAÇÃO, RENDA, PODER DE COMPRA E SOFRIMENTO PSÍQUICO DO EDUCADOR 
- O BRASIL, SEUS ESTADOS E O SOFRIMENTO PSÍQUICO DOS PROFESSORES

A SI MESMO COMO TRABALHO, AO OUTRO COMO PRODUTO E AO PLANETA COMO CENÁRIO

- O EDUCADOR ESQUECIDO 
- A SI MESMO COMO TRABALHO
- O OUTRO COMO PRODUTO 
- O PLANETA COMO CENÁRIO